DECTI

Desenvolvimento de Coleções e Tratamento da Informação (DECTI)

A DECTI tem como objetivo gerenciar o desenvolvimento e o tratamento das coleções visando à recuperação e à disseminação da informação no âmbito da Biblioteca Universitária da UFSC. As atividades da DECTI são distribuídas em: Seleção e Aquisição, Representação da Informação e Tratamento físico.
Para padronizar os registros, garantir a consistência e confiabilidade do catálogo e compartilhar o conhecimento a DECTI possui um Manual de Processos Técnicos da BU/UFSC.

Responsável: Tatiana Rossi
Email:  decti.bu@contato.ufsc.br
Telefone: (48) 3721-4893
Localização: Térreo do prédio da Biblioteca Central
Horário de Funcionamento: segunda a sexta das 7h30 às 20h.

Seleção e aquisição
Tem por objetivo gerenciar os processos de aquisição e seleção de conteúdos informacionais para atendimento das necessidades de informação da comunidade universitária.

Reponsável: Monique Neves Garcia
Email:  doacao.bu@contato.ufsc.br
Telefone: (48) 3721-2298

Representação da informação
Tem por objetivo promover a representação da informação por meio dos processos de indexação, catalogação e classificação de acordo com os padrões e normas da área, de forma a possibilitar a recuperação e a utilização pelos usuários.

Reponsável: Ilma Flores
Email:  ilma.flores@ufsc.br
Telefone: (48) 3721-2258

Tratamento físico
Tem por objetivo realizar os procedimentos de preparo físico do acervo necessários à sua disponibilização, bem como a distribuição junto às unidades de informação da Biblioteca Universitária da UFSC e a sua vinculação ao software Pergamum.

Reponsável: Avani Célia Feltz
Email:  avani.celia@ufsc.br
Telefone: (48) 3721-9945

Links úteis:
Procedimentos para doação
Procedimentos para compra
Guia rápido para efetuar a requisição de compra
Guia rápido para aprovação da solicitação de compra
Depósito legal (livros da editora UFSC e trabalhos acadêmicos)
Comissão de Desenvolvimento de Coleções
Política de Desenvolvimento de Coleções

Histórico:
A Divisão de Representação da Informação acompanha a evolução das tecnologias da informação e comunicação, remodelando seu processo de trabalho ao longo do tempo.
A partir de 1968, a BU/UFSC adotou para as obras de referência a Classificação Decimal Universal (CDU), para as obras geras a Classificação Decimal de Dewey (CDD) e para a catalogação do acervo o Código da Biblioteca Apostólica Vaticana. Em 1976 optou-se por utilizar apenas a CDU para classificação e a catalogação passou a ser por meio do Código de Catalogação Anglo-Americano. Máquinas duplicadoras eram usadas para realizar o desdobramento de fichas catalográficas, tendo em vista que na época não se tinham sistemas.
Em 1977 ocorreu a centralização dos processos técnicos, que até então era realizado em cada biblioteca do sistema. A Seção de Processamento Técnico foi implantada com as atribuições de preparo para empréstimo, pintura (do número de chamada) e desdobramento de fichas para os catálogos de registro e catálogo sistemático.
Em 1980, houve o desmembramento da Seção de Serviços Técnicos em três setores (Classificação, Catálogo e Serviços Técnicos Auxiliares). Foram implantados os Catálogo de Registros e de Cabeçalhos Uniformes para Pessoas e Entidades Coletivas.
Em 1989 a BU/UFSC passou a integrar o BIBLIODATA/CALCO, estabelecendo novas diretrizes para o processamento técnico do acervo bibliográfico, juntamente com os estudos relacionados à informatização da biblioteca. Em 1998, a BU/UFSC participou na Comissão Diretora da Rede BIBLIODATA/CALCO e em 2000 assumiu a presidência da Rede.
A partir de 1999, com a implantação do sistema Pergamum, o Serviço de Processamento Técnico passou por uma reestruturação com novo fluxo de trabalho e lay-out.
Em meados de 2013, o Setor implantou o controle de autoridades de assuntos e nomes e também lançou o Manual de Processos Técnicos, otimizando e registrando os processos de trabalho o que colaborou para a padronização das informações e estabelecendo um mecanismo de registro do conhecimento produzido pela equipe. Em 2015 teve a segunda edição e em 2017 foi lançado um site com as informações de forma a dinamizar e agilizar a divulgação para a BU/UFSC dos tópicos que se encontram em constante atualização.

Fonte: SOUZA, Ieda Maria de et al. Biblioteca Universitária da UFSC: memória oral e documental. Florianópolis: [s.n.], 2002.